sexta-feira, 21 de abril de 2017

Mãe aconselha o filho a não cursar Faculdade.

Queria que o mundo inteiro lesse isso, pra tentar desconstruir um pouco o que a sociedade nos impõe. Pais que desejam mais que os filhos sejam os troféus, os bem-sucedidos, do que felizes.

Leiam:

A carta viral de uma mãe Que lhe aconselha seus filhos a Não ir para a faculdade:

Pequenos meus amados,
Vamos deixar uma coisa clara: Eu não poderia me importar menos se vão para a universidade. De fato, há uma parte de mim que espera tudo menos isso depois da escola. Pessoalmente, prefiro que apanharem uma mochila e fizessem dedo até a sibéria, iniciassem um negócio de sabonetes naturais, fossem de voluntários para o Haiti, o que for.
Digo-vos como uma ex obcecada por ser a mais inteligente, como sua tia Mandy costumava me chamar. Pode ser que o encontrem difícil imaginar agora, mas nos meus tempos era uma desagradável que conseguia superar as expectativas e se decepcionou profundamente se recebia qualquer coisa menos um a+ e uma estrela dourada.
Fui para a faculdade, consegui esse papel, e estou dizendo de primeira mão que não interessa a educação que recebi sobre o meu potencial e valor para a sociedade.
Vocês são três das crianças mais brilhantes, bondosos, apaixonados e borbulhantes que conheço. São também os três maiores dores no rabo que tive que criar, com o seu desejo de questionar tudo (incluindo eu, cinquenta vezes ao dia), e seu feroz independência que deixa claro que não precisa de mim tanto-e não trocaria isso por Nada no mundo.
Desejo daqui até à lua e de volta que quando forem mais velhos tomem decisões conscientes para manter estas características.
A ideia de que se inscreverem, só " Porque é o que devem fazer, para pagar milhares de dólares e esperar se encaixar em um sistema em que a sua educação está nos confins de um quarto me faz encolher-me até ao meu núcleo.
Um lugar em que um pedaço de papel e uma festa no final é suposto fazer-te sentir como que conseguiu "valer a pena". vocês são maiores que isso. Por favor não reconhecerem que as suas oportunidades para educar-se são absolutamente ilimitadas.
Fui para a faculdade para fazer felizes ao meu pai e minha mãe, para fazê-los sentir que fizeram um bom trabalho a criar uma menina muito boa. Por favor não decidam ir à universidade porque acham que me deixaria orgulhosa ou feliz. Já estou orgulhosa.
Se querem ser algo como um médico ou um professor do ensino primário, sim, vão ter que ir. E se quiserem ir só pela experiência, vão. Provem. Vejam como funciona para vocês. Não é necessário que funcione. E se vão, vão só quando estiverem prontos e entusiasmados, seja isso aos 18, 25 ou 53.
Meu único desejo para a sua educação é este:
Desejo que façam coisas aparentemente irracional mas levadas adiante pela paixão, como pegar um vôo para o peru para tentar encontrar esse cara que você conheceu por 15 minutos na rota de bicicleta e ao que não se pode tirar da sua cabeça. Espero que com o coração partido pelo menos uma vez, para que possam saber o quão grande é, e quão resiliente é.
Espero que se dêem conta de que há um milhão de maneiras de se apoiar financeiramente e que não lhes uma merda o que os outros pensam de suas escolhas profissionais. Se criar cabras ou ser um contador ou vender côco na praia da Indonésia ou ser uma agente imobiliário lhes faz sentir felizes de acordar todos os dias para ir trabalhar, rock on. Espero que tenham o respeito próprio e coragem para renunciar no momento em que começam a sentir que estão morrendo dentro energeticamente.
Espero que aprendam não só para abraçar, mas sim celebrar e avaliar a espontaneidade. Que façam outras coisas em sua vida pelo simples fato de " por que diabos não?", essa é uma razão totalmente válida.
Peguem o carro e façam essa viagem a colorado. Nesse dia. Arrumem um saco de dormir, uma caixa de chocolates, uma muda de roupa, peguem o dinheiro para gasolina e emergências e vão embora. Vejam o que acontece. Vão passar um tempo excelente ou terão uma ótima história. Talvez ambos.
Aprendam a não matar boas idéias por pensar demais. Seriamente, você pode sempre dar a volta no carro e deduzir onde retribuir. Não aumentemos o drama da situação.
Desejo que se sintam perdidos e de verdade, de verdade, de verdade, assustados e sem segurança para que possam chegar a bela realização de que têm a coragem de enfrentá-lo.
Desejo que nunca estejam tão intimidados pelos seus ídolos para não fazer o que precisarem para conhecê-los e aprender com eles. São pessoas também, e eles podem aprender tanto de vocês como vocês deles. Aproximem-se. Dêem-lhes e-mails, caminhem e digam olá na peça.
Mándenles uma mensagem no Twitter, unam-se através do Linkedin, raios, convida-os para um café ou uma bebida e procura a disposição de apanhar um avião se isso acontecer. Só aguenta a cabeça erguida e seja você mesmo. Talvez os rejeitem (sua perda), ou talvez tenham um novo amigo para a vida que eu costumava ser alguém com quem você sonhou acordado.
Espero que alimentam um amor pelos livros-que leiam não porque têm, mas que querem. (AVA, espero que em algum momento você sair das novelas de romance vampiro em algum momento. Só estou a ser sincera).
Espero que aprendam a dar as boas-vindas aos tempos difíceis com à confiança e a coragem de um guerreiro. Que abram os olhos de todas as lições que esperam entre as experiências duras que estão ali para aprender. Que digam genuinamente "venha", sabendo que estão prestes a sair mais fortes e mais sábios do outro lado.
Espero que aprendam com o prazer de quanta felicidade podem experimentar ao fazer outras pessoas felizes. Não hesitem em dar flores a senhora chata e estranha que se senta no banco do parque e que parece como se não tivesse recebido flores há muito tempo.
Espero que conheçam muitas pessoas com as quais, num primeiro minuto, pensariam que não têm nada em comum. E espero que encontrem terreno comum quando os convidem calorosamente para jantar.
Espero que ganhem muito dinheiro e depois perde-lo. E depois de descobrirem como ganhá-lo de novo, mas desta vez, sabendo que embora o dinheiro torna as coisas mais fáceis, não é tão poderoso como pensavam que era.
Se eles podem realmente conseguir completar essa lista, inclusive parte desta lista, nos meus olhos são melhores do que 95 % das pessoas que acaba em dívidas universitárias pela oportunidade de um " melhor " do futuro, um " melhor " do salário, um "melhor" do trabalho, mais estabilidade, começo a si mesmos que de alguma forma são mais inteligentes que o resto das pessoas que não foram para a faculdade.
Se pressionam a si mesmos, se estão constantemente a tirar da sua zona de conforto e desfrutando cada experiência, boa ou má, como uma experiência de aprendizagem, se continuarem a questionar tudo (incluindo a vocês), se tentam agir com bondade e consciência em Tudo o que fazem, e se deixam guiar por esse pequeno sentimento dentro que lhes deixa saber que eles estão em chamas e felizes de estar vivos, estarão bem.
E quando vocês estão bem, eu estou bem.
Não procurem só ser inteligente por livros. Não se prendam em certificados ou no que a sociedade lhes diz é o "certo". Evoluam. Sejam ferozes. Tão fascinantes. Sejam um grande pensador fabuloso. Sejam absurdos. Sejam excelentes!
E pelo amor de Deus, não cheguem ao final de sua vida sem histórias para contar aos seus netos, daquelas que eles não possam acreditar por estranhas que parecem. Saibam que tem grande valor, grandes lições, somente em viver uma vida interessante e verdadeira para si mesmo, não importa o caminho que te leve para baixo."

3 comentários:

  1. Perfeito, na minha vez espero poder ter esta coragem. Acho que terei. Mais vale conhecer o mundo, conhecer pessoas, do que fazer tudo o que mandam como um robozinho.

    ResponderExcluir
  2. Nossa amei!

    www.mesmicesfeminina.blogspot.com

    ResponderExcluir