sexta-feira, 2 de setembro de 2016

As mortes da crise brasileira


Fiquei chocada, triste com os últimos acontecimentos em relação a crise no Brasil, mas quem não ficou, deixo aqui meu alerta, cuidem se, não somente a si próprios, mas aos seus familiares, amigos e vizinhos, seja gentil, dê bom dia com sorrisos, às vezes um simples sorriso já pode iluminar e melhorar o dia triste de alguém... Abaixo alguns textos bem legais que encontrei no face.

"Gente! Parem de julgar esse homem que cometeu esse ato de desespero contra ele e sua família...
... Não conseguimos medir sua dor e seu desespero.
《Mais amor, por favor! Ou melhor: Mais amor, SEM favor!》
《A dor é SÓ DELE!!!! A justificativa que ele deixou pode dar margem a julgamentos SIM, mas não nos cabe esse papel. E ainda bem que não!》
《Percebemos o quanto a saúde mental NÃO é levada à sério e o pior: Motivo de piada. Quantos por aí ou até perto de nós não estão sofrendo e implorando por ajuda? Talvez indo ATÉ por esse caminho sem volta.》
《"Bora" respeitar a dor desses familiares que estão vindo pro RJ sepultar 4 de seus entes queridos, incluindo 2 crianças. Imagine só!》
《Dá nojo ler coments sobre "consumismo", padrão de vida, status social etc ligados à essa tragédia. Existia SIM ali uma mente PERTURBADA. Ele sofria. Estava dolorido DEMAIS pra ele. Tava PESADO. Pesado, não. Pesado costumo dizer que está pra mim. Pra ele estava INSUPORTÁVEL. Tão insuportável que achou que essa era a única saída. E era?! LÓGICO QUE NÃO. Até EU que nem os conheço, me meteria ali pra tentar ajudar. Chefe, familiares, vizinhos etc tb COM CERTEZA. Imagino como estão agora.》
《O mundo INTEIRO deve estar olhando as fotos das crianças e chorando.》
《O fato é que JÁ ACONTECEU. Que possamos ficar de olho nos nossos. Em quem temos próximo de nossos olhos e procurar ajuda. SAÚDE MENTAL NÃO É BRINCADEIRA.》
《Não é vergonha pedir ajuda, ir ao Psicólogo ou Psiquiatra. Vou puxar a sardinha rs: Fazer terapia além de TUDO de bom ainda É CHIQUE, gente! Rsrsrs. "Bora" cuidar dos nossos?!》
《Que possamos nos colocar no lugar dos outros pois do contrário, o Senhor vai lá e nos coloca. Cuidado! Nosso telhado, dos nossos filhos, netos etc são do MESMO material: VIDRO.》
《Acredito num julgamento espiritual onde serei julgada na mesma medida em que julgo meu próximo ou não tão próximo. Isso faz com que eu seja leve ao pensar em "bater martelos" por aí.》 By Marcelle Fátima"

"Ontem, 
na Barra da Tijuca, área nobre do Rio de Janeiro ,
um homem esfaqueou a mulher quando ela dormia,
jogou os dois filhos pequenos do alto do prédio,
e se jogou também.
Ontem, no TRT da Barra Funda, São Paulo,
um homem se jogou do alto do prédio abraçado a filha de 3 anos.
Tem pouco mais de um mês,
um empresário de uma cidade paulista se enforcou no galpão da empresa.
No caso da Barra da Tijuca,
o homem escreveu uma carta.
Disse que não ia conseguir manter o padrão de vida da família.
Que não tinha conseguido pagar um plano de saúde melhor.
Que ia ficar queimado no mercado. Porque não estava mais satisfeito com a empresa, e sentia que estava sendo colocado de lado.
Seja empreendendo, seja como assalariado,
sua vida vale mais que o dinheiro que você deve.
Podem te chamar de caloteiro. De derrotado. Foda-se.
A sua vida vale mais que o sorriso do presidente do Santander, na Espanha.
Mas é ainda mais que isso.
Percebam que eu tô falando de homens, e quero falar com eles.
Esses homens foram vítimas de si mesmos.
MAS TAMBÉM vítimas da máquina patriarcal, machista e opressora, que nós, homens, criamos para nos destruir.
Quem tem a pica maior.
Quem fode mais.
Quem bebe mais.
Quem tem o melhor carro.
O melhor emprego.
Casa.
Salário.
O homem precisa ser o provedor, mesmo tendo companheiras que vão ser compreensivas se a gente sentar no sofá um dia e simplesmente chorar com elas.
Do tipo: não deu.
Tô assumindo. Quero a minha família me apoiando.
Caras.
Precisamos chorar. Se matar não é o caminho.
Hoje foi um dia de merda para este que vos escreve.
Mas fiquei em casa, com os meus.
Perco tudo, menos a compreensão de quem está do meu lado.
Mas eu choro, caras. Eu reconheço minha fragilidade.
Não sou Bolsonaro, que vendo o filho morrendo, manda ele pagar flexão.
Caras,
a obrigação de sermos homens está nos matando.
Precisamos falar sobre isso."
(Autor desconhecido)
A SUA VIDA VALE MAIS DO QUE SUAS DÍVIDAS.
ELA É TUDO O QUE IMPORTA!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário