segunda-feira, 7 de setembro de 2015

6 hábitos diários que causam inchaço

Essa é mais uma dica dos sites gringos que eu adoro, adoro como lá, eles preservam a boa alimentação, onde os alimentos saudáveis são mais baratos, ao contrário do nosso Brasil.
“Eu juro que as minhas calças não estavam tão apertadas hoje de manhã.” Todos nós já falamos essa frase uma vez ou outra. Sabe por quê? O inchaço é uma das reclamações estomacais mais comuns, diz David T. Rubin, membro do American College of Gastroenterology e chefe de gastroenterologia, hepatologia e nutrição da Universidade de Medicina de Chicago, nos Estados Unidos. Muitos dos seus pacientes até tiram “selfies do inchaço” para mostrar o quanto a aparência do abdômen varia ao longo do dia. (Mas não precisa publicá-las no Facebook).
image
A comida não é a única que influencia o inchaço. (Foto: Pond5)
Antes de decidir abolir o feijão para sempre, saiba que o inchaço — que nada mais é do que ar e gases em excesso, presos no aparelho digestivo, mais especificamente no intestino delgado — envolve muito mais do que a alimentação. Conheça seis pequenas coisas que podem estar causando um enorme impacto na sua cintura.
6 coisas que nos deixam inchados
image
(Foto: Pond5)
1. Você adora mascar chicleteMás notícias para os viciados em Trident: se a sua barriga está sentindo os efeitos, pode ser a hora de reduzir o consumo. “Muitas pessoas mascam chiclete para não beliscar entre as refeições, mas ao fazer isso, involuntariamente você engole um pouco de ar,” diz a nutricionista Bonnie Taub-Dix. Este ar em excesso pode fazer com que os seus intestinos fiquem parecendo um balão. Além disso, a maioria dos chicletes contém açúcares à base de álcool, que também provocam gases e inchaço, diz ela. Mesmo as versões sem açúcar costumam conter sorbitol, que pode causar uma infinidade de problemas estomacais, incluindo o inchaço, de acordo com Rubin.
2. Você come rápido demaisAqui está mais um motivo legítimo para começar a comer de forma mais consciente (e lenta). “A digestão começa na boca, não no estômago,” diz a nutricionista Rania Batayneh, autora de ‘The One One One Diet: The Simple 1:1:1 Formula for Fast and Sustained Weight Loss’ (em tradução livre, A dieta do Um Um Um: a Fórmula Simples para Perda de Peso Rápida e Sustentável). Cada vez que você mastiga, não está apenas triturando o alimento para facilitar a digestão; os alimentos se misturam com saliva e enzimas especializadas que decompõem a comida. Quando você simplesmente engole os alimentos, você perde parte deste processo, fazendo com que o seu estômago tenha que trabalhar dobrado para digerir a comida, causando os gases. Além disso, você literalmente engole ar, diz ela. Diminua a velocidade e não se esqueça de mastigar.
3. Você adora beber usando canudosUm canudo colorido pode deixar o seu suco verde matinal muito mais bonito para a foto do Instagram, mas isso não está ajudando o seu corpo. “Cada vez que você toma um gole pelo canudo, o ar vem antes do líquido,” diz Taub-Dix, dona da consultoria de nutrição Better Than Dieting e autora de Read It Before You Eat It(em tradução livre, Leia Isso Antes de Comê-lo). Até as garrafas de água reutilizáveis com canudos embutidos podem causar problemas. Beba direto do gargalo na próxima vez em que estiver fazendo exercícios para evitar desconfortos abdominais desnecessários.
4. Você está roncando como um tratorVocê se sente inchado logo de manhã? “Provavelmente você está roncando, ou pelo menos respirando pela boca enquanto dorme,” diz Rubin, ressaltando que a maioria das pessoas que sofre de apneia do sono também lida com o inchaço matinal. Observe o seu estômago amanhã de manhã. Se ele parecer maior do que quando você foi dormir, considere a possibilidade de marcar uma consulta com um especialista em distúrbios do sono para encontrar uma maneira de se livrar dos roncos, definitivamente.
5. Você está se banqueteando com fibrasSim, fibras proporcionam saciedade e ajudam a perder peso, além de favorecer a saúde cardíaca. No entanto, antes de comer uma tigela de cereal, um pudim de chia e uma porção-família de couve-de-bruxelas, pare por um momento. Aumentar significativamente a sua ingestão de fibras de uma vez, pode causar muito inchaço, Taub-Dix afirma. Em vez disso, concentre-se em aumentar a quantidade gradualmente, ao longo de algumas semanas. Isso vai dar ao seu corpo mais tempo para se ajustar e produzir as enzimas necessárias para mover as fibras pelo sistema digestivo, sem problemas. Assegure-se também de que você está obtendo suas fibras de alimentos integrais e não processados, como vegetais, frutas e grãos integrais. Muitos alimentos industrializados são fortificados com inulina (também conhecida como raiz de chicória), um tipo de fibra de difícil digestão, de acordo com um estudo publicado na revista Journal of the American Dietetic Association.
6. Você está estressado o tempo todoO estresse está em todas! Nesse caso, além dos hormônios poderem irritar o sistema digestivo, causando gases e inchaço, o estresse também pode fazer com que as pessoas comam voando na mesa do escritório, adiem idas ao banheiro durante o expediente e engulam ar durante ataques de ansiedade, diz Batayneh. Uma forma de lidar com ele: tente administrar os fatores estressantes usando terapia cognitiva comportamental ou terapia de relaxamento. Ambas podem ajudar a prevenir o inchaço, de acordo com pesquisas publicadas no American Journal of Gastroenterology.
Com o tempo, estas pequenas mudanças podem ajudar a manter o seu corpo livre do inchaço. Você já sabe o que fazer.
Do Life by DailyBurn K. Aleisha Fetters

Nenhum comentário:

Postar um comentário