terça-feira, 10 de junho de 2014

APROVADO NO CONGRESSO NACIONAL PROJETO QUE PROÍBE PALMADAS E BRONCAS NOS FILHOS.



05.06.2014
Entre tantas aberrações destaca-se a proibição de pais darem broncas (castigos morais) ou quando necessário, pequenas palmadas (castigos físicos), podendo levar os mesmos ao afastamento do lar.
A interferência do estado depois de tentar colocar negros contra brancos, civis contra militares, pobres contra ricos, homossexuais contra heterossexuais, agora foca na desunião direta da família, pilar de uma sociedade sadia, colocando filhos contra pais (claro, que quando pequenos não entendemos o motivo de certas atitudes de nossos patriarcas que sempre só quiseram nosso bem).
Os defensores da matéria alegam em sua tese, que são contra castigos físicos exagerados, contudo, essa tipificação criminosa já está em lei há tempos.
Para ganhar simpatia da população, o projeto que ainda nem fora sancionado já ganhou forçosamente o nome de "Lei Menino Bernardo", o que nada tem a ver com a discussão do assunto.
Linhas de raciocínio boçais e a princípio simpáticas têm tomado conta de nosso país. Um dia desses um parlamentar do PSOL disse: "Temos que democratizar a democracia". Está na moda dar palavras bonitas a acontecimentos esdrúxulos para ganhar simpatia e facilitar a aprovação de projetos que interessam ao plano de poder petista.
Bolsonaro por dois anos conseguiu travar a tramitação do "Projeto de Lei das Palmadas" (manobra regimental), entretanto mais uma vez a derrota existiu, mas não por completo.
Temos que tirar de lição, não somente utilizar o voto útil na escolha da Presidência da República, mas também na eleição de deputados federais e senadores, pois quando o PT, PSOL e PCdoB obtiverem a maioria dentro daquelas Casas Legislativas mais força terão para empurrar goela abaixo as propostas que visam sua perpetuação no poder, como; aumento de impostos para bancar seus programas assistencialistas, taxação de grandes fortunas (um governo que quer nivelar todos por baixo, imagine o que será considerado "grande fortuna"), controle total de todos os meios de comunicação, mais segregação entre classes, etc).
Brasileiros, não desistamos, pois se o poder continuar nas mãos destes que estão ai hoje, teremos a certeza que deixaremos para nossos filhos (nossa razão de viver) um país sem perspectiva alguma de colher bons frutos.

''Os pais que educam com limites e correções tende a criar filhos com mentes pensantes e honestos, tudo que os políticos não querem.. Eles querem uma sociedade insana, querem bandidos e desordem, pois só assim podem fazer seus discursos salvadores e enganar o povo oprimido por tudo ...''

Nenhum comentário:

Postar um comentário