quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

11 alimentos básicos que não devem ir para a geladeira

Na dúvida, melhor colocar no refrigerador para evitar que estrague, certo? Errado. Fizemos uma lista de comidas bastante comuns que devem ficar na despensa


O que isto está fazendo dentro da geladeira?! Se você mora sozinho, é solteiro e nunca ninguém te ensinou o que deve e o que não deve ser refrigerado, esta é uma pergunta que você provavelmente já ouviu – como se fosse óbvio que tomates não devem ser guardados na geladeira. O quê?! Não, não devem. Eis uma lista de 11 alimentos básicos, usados várias vezes no dia a dia do brasileiro, que devem ficar na despensa.

Tomate (Foto: Getty Images)

1. Tomates
É um dos alimentos que mais vai parar na geladeira incorretamente. A refrigeração faz com que esta fruta (você já sabia que não é um legume, não é?) se deteriore mais rapidamente e perca o sabor natural. Tomates devem ser colocados na fruteira com a cabeça para baixo.

Cebola (Foto: Getty Images)

2. Cebola
As cebolas precisam de ventilação. O interior úmido da geladeira faz com que estraguem rapidamente, então é melhor mantê-las na despensa. E outro detalhe importante: deixe-as longe das batatas, caso contrário elas irão apodrecer mais rapidamente.

Alho e batatas (Foto: Getty Images)

3. Alho
O alho também precisa de ventilação. Além do quê, a geladeira pode tirar um pouco do sabor e causar mofo. Guarde-o solto, em ar fresco, e o alho vai durar dois meses tranquilamente. Quando estiver picado, pode ir para a geladeira, mas coma-o assim que possível.

4. Batatas
Comuns, doces ou similares, batatas não devem ser colocadas na geladeira porque o amido se transforma em açúcar e muda não só o sabor, mas a cor e a textura. Um local fresco, arejado e escuro é ideal, como um saco de papel aberto dentro da despensa.
Dedo de moça (Foto: Divulgação)

5. Pimenta
Aberto ou fechado, o vidrinho de pimenta em conserva tem que ficar fora do refrigerador. É um alimento que dura até três anos sem porque possui ingredientes que o conservam, como vinagre e azeite.

6. Café
Café é um excelente estimulante e promove a acuidade cerebral, além de ter efeito antioxidante que mantém a saúde do cérebro (Foto: Reprodução)

O café em pó deve ser colocado em recipientes hermeticamente fechados (que não entrem ar) dentro da despensa. A geladeira cria condensação, que afeta o sabor. O coador de café, sim, pode ser colocado no refrigerador, como muitos costumam fazer.
pão (Foto: Thinkstock)

7. Pão
Coma-o na hora ou em até quatro dias, mas não guardado na geladeira, porque a refrigeração o resseca mais rapidamente. O refrigerador não pode ser usado, mas o congelador, para preservar aqueles pães que não serão comidos em quatro dias, é uma opção.
Mel  (Foto: Thinkstock)

8. Mel
Colocar o mel na geladeira vai engrossá-lo e cristalizá-lo. É um alimento totalmente natural que praticamente não estraga. Você já viu colméias de abelhas com refrigerador? Pois é.

9. Melões e melancias
Pesquisas recentes descobriram que deixar essas frutas em temperatura ambiente ajuda a manter antioxidantes intactos. Depois de cortadas, vão para a geladeira por até quatro dias.

Óleo de oliva ajuda a retardar o envelhecimento do cérebro (Foto: Reprodução)


10. Óleo
É improvável, mas é melhor avisar: óleos ficam espessos e turvos quando armazenados no refrigerador. Os únicos que vão dentro dele são os óleos de nozes. O resto, fora!

Manjericão: amplamente utilizada nas culinárias italiana e tailândesa, a erva ajuda a diminuir a ansiedade e curar infecções bacterianas na pele. Estudos sugerem que o manjericão tem papel antioxidante, antiinflamatório e analgésico (Foto: Divulgação)

11. Manjericão
Baixas temperaturas não são recomendadas. O manjericão deve ser lavado, seco, seus caules cortados em diagonais e mantido em um copo com água coberto com um saquinho.

Daqui


Nenhum comentário:

Postar um comentário